terça-feira, 29 de setembro de 2009

A FESTA DA PADROEIRA VEM AÍ

No próximo Sábado (dia 03 de outubro) inicia-se a Festa da Padroeira do Brasil e de Nossa comunidade! Venha participar conosco desta festa!

Convite
Caríssimos irmãos e irmãs,

Temos a grande alegria de convidá-los a participar do Novenário em honra da Virgem Mãe de Deus e nossa, a Senhora da Conceição Aparecida, que é Padroeira do Brasil e de nossa comunidade, a realizar-se de 03 a 12 de outubro de 2009.
Nossa Senhora Aparecida continua sua missão de evangelizadora do Povo de Deus e pede-nos que obedeçamos ao mandato de seu filho: “Vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos!” (Mt 28,19).
“Jesus veio ao mundo por meio de uma mulher” (Gl 4,4) para comunicar a Paz e a Segurança, como já profetizou Isaías: Ele é “o Príncipe da Paz” (Is 9,6). Dessa descrição da missão de Jesus, que também é nossa, pois somos seus discípulos missionários, surgiu o Tema Central de nossa festa:
“Com Nossa Senhora Aparecida, discípula-missionária, buscaremos a Paz e a Justiça na Comunidade”.
Alegra-nos poder contar com sua participação, para abrilhantar o nosso Novenário e o Dia da Festa, constando, ao longo dos dias[1]:
18h30min: Recitação do Terço;
19h00min: Novena simples/Santa Missa;
20h00min: Confraternizações com comidas típicas, leilões e/ou bingos.
Saudações fraternais,
A Coordenação.

[1] Exceto no 2º dia de Novena, pois a programação é pela manhã!


TEMÁRIOS
  • 1º Dia (03/10 – Sáb): Nossa Senhora, modelo de servidora do Senhor e Mãe dos Sacerdotes
    Leituras: Br 4, 5-12.27-29; Salmo 68; Lc 10,17-24.
    Responsáveis: Equipe de Liturgia. - MISSA
    Convidados: Comunidades Centro e Pedra do Sal; os moradores da Rua Principal.
  • 2º Dia (04/10 - Dom): Nossa Senhora, modelo de Mãe e Esposa (Dia de S. Francisco)
    Leituras: Gn 2,18-24; Salmo 127; Hb 2,9-11; Mc 10,2-16. (27º Dom T.C.).
    Responsáveis: Equipe de Liturgia.
    Convidados: os moradores da Rua – A.
  • 3º Dia (05/10 - Seg): Nossa Senhora, modelo de amor ao próximo
    Leituras: Jn 1,1-2.11; Cant. Jn 2,2-5.8; Lc 10,25-37
    Responsáveis: Equipe de Liturgia. - MISSA
    Convidados: Comunidades S. Vicente e Joaz Souza; os moradores da Rua – B.
  • 4º Dia (06/10 - Ter): Nossa Senhora, modelo dos Catequistas
    Leituras: Jn 3,1-10; Sl 129; Lc 10,38-42
    Responsáveis: Catequistas.
    Convidados: Comunidades Santa Luzia, Santa Teresinha; os moradores Rua – C.
  • 5º Dia (07/10 - Qua): Nossa Senhora, modelo de ouvinte da Palavra do Senhor (Ns. Sra. do Rosário)
    Leituras: At 1,12-14; (Magnificat); Lc 1,26-38.
    Responsáveis: Equipe de Liturgia. - MISSA
    Convidados: Comunidades Ns. Sra. Bom Conselho, Ns. Sra. P. Socorro e Ns. Sra. de Fátima (Paroq. S. Sebastião); os moradores da Rua – D.
  • 6º Dia (08/10 - Quin): Nossa Senhora, modelo de perseverança na Oração
    Leituras: Ml 3,13-20a; Sl 1; Lc 11,5-13
    Responsáveis: Equipe de Liturgia. - MISSA
    Convidados: Comunidades Cajazeiras e Cândido Athayde; os moradores da Rua - E
  • 7º Dia (09/10 - Sex): Nossa Senhora, modelo dos Discípulos Missionários de Jesus
    Leituras: Jl 1,13-15;2-1-2; Sl 9; Lc 11,15-26.
    Responsáveis: Equipe de Liturgia.
    Convidados: Comunidades Lagoa da Prata e Tabuleiro; os moradores da Rua - F
  • 8º Dia (10/10 - Sáb): Nossa Senhora, modelo de serva e praticante da Palavra do Senhor
    Leituras: Jl 4,12-21; Sl 96; Lc 11,27-28.
    Responsáveis: Equipe de Liturgia.
    Convidados: Comunidades São Francisco e Sagrado Coração de Jesus; Rua - G
  • 9º Dia (11/10 - Dom): Nossa Senhora, modelo de Partilha e Solidariedade
    Leituras: Sb 7,7-11; Salmo 89; Hb 4,12-13; Mc 10,17-30. (28º Dom T.C.).
    Responsáveis: Dizimistas.
    Convidados: Comunidade São José (Paroq. da Graça), e R- D. Pedro I
  • Dia da Festa: (12/10 - Seg): Com Nossa Senhora Aparecida, discípula missionária, buscaremos a Paz e a Justiça na Comunidade.
    Leituras: Est 5,1; 7,2-3; Sl 45; Ap 12,1-16; Jo 2,1-11
    Responsáveis: Equipe de Liturgia. - MISSA
    Convidados: Todos os paroquianos e devotos da Senhora Aparecida!

Primeira Comunhão Eucarística de crianças

No dia 27/09 (26º Domingo do Tempo Comum) nossa comunidade festejou a 1ª Comunhão Eucarística de 17 Crianças. A turma teve como catequistas, a Sra. Carlota e D. Rosa. Durante todo o mês de setembro ensaiou-se os cânticos bem como toda a Liturgia dessa missa. A celebração saiu belíssima: todas as crianças cantaram muito bem; os coroinhas da nossa matriz trouxeram o insenso; algumas crianças fizeram as preces e as Leituras. Quase ao final da celebração o então Coordenador Paroquial de Catequese, Sr. Alvino, pronunciou-se pedindo que os pais participassem juntamente com seus filhos das missas futuras a fim de que estes não fiquem apenas na 1ª Eucaristia e assim possam ter uma Vida Eucarística.
Um momento marcante dessa missa foi a homilia bastante inspirada do presidente da celebração, o nosso pároco, Pe. Carlos Seixas. Ele rememorou-nos a 1ª missa que Cristo celebrou (naquela tarde da Quinta-feira Santa)e falou-nos da importância de se receber sempre a Cristo na Eucaristia.
Ao final da Celebração foi partilhado com as crianças e seus familiares um gostosíssimo bolo feito pelas catequistas Carlota e Socorro.
Ficou marcante em nossa memória essa Santa missa!


Preparemo-nos agora para a Festa de Nossa Padroeira, de 03 a 12 de outubro!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

A PADROEIRA DE PARNAÍBA-PI



A Igreja Diocesana de Parnaíba está em festa! A sua Igreja Catedral está realizando o Novenário em honra da Padroeira diocesana, Nossa Senhora Mãe da Divina Graça (ou apenas, Nossa Senhora da Graça). O título atribuído à Maria, Mãe de Jesus, como Mãe da Divina Graça remonta ao século V d.C. quando foi proclamado, em Concílio na cidade de Éfeso (431 d.C. - papa Celestino I), o dogma maternidade divina de Nossa Senhora, ou seja, Maria é Mãe de Deus (Theotokos), por ser mãe de Jesus Cristo (que é Deus também – 2ª Pessoa da Trindade Santa), portanto Maria é Mãe da Divina Graça (que é Jesus) ou Mãe da Graça por excelência, já que o por meio dela veio o próprio Deus Encarnado dispensador de toda Graça que vem do Céu. Durante muitos anos festejou-se o dia de Nossa Senhora Mãe da Divina no dia 11 de outubro, pois neste dia o papa Pio XI definiu que a partir do ano 1931 (15º Centenário do Concílio de Éfeso) fosse celebrado como sendo o dia para se festejar a proclamação do dogma da Maternidade Divina de Maria. A partir da década de 1990 a data da festa foi modificada em nossa cidade, isso porque já se devia ter sido observado as normas do novo Calendário Litúrgico (1969) promulgado ainda pelo papa Paulo VI no qual a festa da Maternidade Divina de Maria passaria a ser celebrada em 1º de janeiro, encerrando assim as comemorações da Oitava do Natal (25/12 à 01/01). A festa da Maternidade Divina de Maria ou Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus em 01 de janeiro adquiriu assim uma ligação mais teológica e litúrgica com o Natal. E ficou sendo um bonito gesto de carinho para com a Santa Virgem, dando-lhe os parabéns porque traz em seus braços o "bendito fruto de seu ventre", o Salvador do mundo, que se dignou nascer criança entre nós, como nascem todos os meninos. O que fez o profeta dizer: "Nasceu para nós um pequenino, e um filho nos foi dado. Ele traz sobre os ombros a soberania, ele se chamará maravilhoso conselheiro, Deus forte, Pai sempiterno, Príncipe da paz" (Is 9,6). Essa é a primeira glória de Maria: a Maternidade Divina. Tudo o mais lhe foi dado como valores que adornam essa grandeza fundamental. Assim a Imaculada Conceição, a plenitude da graça, a concepção virginal; e, como coroa de tudo, a Assunção ao céu em corpo e alma. (parágrafo adaptado de uma homilia de Pe. Lucas: http://www.catolicanet.com/?system=liturgia&action=ver_liturgia&ano=2009&data=01-01).
Como o Natal é tempo por excelência de Cristo, não é interessante fazer um novenário no período de 23/12 a 01/01 por isso, numa festa mariana que o novo Calendário (mas que já está um tanto velhinho) conserva, a da Festa da Natividade de Nossa Senhora, dia 08 de agosto, passou-se então a este dia servir para celebrar e honrar a padroeira de nossa amada Terra, Nossa Senhora Mãe da Divina Graça.
Neste ano, no dia da festa se fará mais uma Caminhada Com Maria, essa será a 3ª, momento de fé e de graças. Participemos!!!

Para saber mais: 
A imagem de nossa padroeira foi trazida de Portugal no final século XVIII e até hoje está exposta para a veneração dos fiéis. A Igreja Catedral da diocese de Parnaíba é um belíssimo templo que foi concluído em 1795 e apresenta características da arte barroca. Vale a pena conhecê-la e ver e amar cada detalhe nela contida!
A Festa da Natividade de Nossa Senhora consiste em comemorar o aniversário natalício de Maria, mãe de Jesus, pois como sabe-se (através da Tradição Apostólica) no dia 08 de dezembro Santa Ana concebeu de forma imaculada a sua filha (Maria), então passados 9 meses, portanto 08 de setembro, Nossa Senhora veio ao mundo e foi acolhida pelos pais Joaquim e Ana. Sendo levada alguns anos depois, quando ainda era criancinha para servir a Deus no Templo, onde sabemos que depois foi acolhida por São José como esposa e resto dessa história já sabemos, né? Mais informações, leia Lucas Cap. 1 vers. 26 ao 53 e veja como toda as honras que prestamos a Nossa Senhora, nada mais são do que um louvor a Deus pelas maravilhas que ele realizou na Humanidade por meio de Maria, ela que profetizou “Todas as gerações me chamarão bendita (bem-aventurada)” (Lc 1, 48). Enfim, continuemos devotando nossa confiança em Maria que ela pedindo ao Filho, ele com certeza atende! Assim Seja!
Recomendo a leitura da homilia bastante ungida do nosso Santo Padre, felizmente reinante, o papa Bento XVI, proclamada em sua cátedra na festa da Maternidade Divina de Maria ou Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus de 2008. Vale a pena lê-la! (Acesse-a AQUI).
Mais informações sobre a Diocese acesse o link que está presente na lateral deste blog! Pode também clicar em http://www.diocesedeparnaiba.org.br/

Por: Hermerson Saulo, catequista da Comunidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...