quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Nota Pastoral da CNBB

No dia em que a Igreja celebra o martírio do Apóstolo Santo André a CNBB, representante legal da Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil, lançou uma nota pastoral em defesa da fé e unidade católica, leia abaixo:
NOTA PASTORAL DA PRESIDÊNCIA DA CNBB SOBRE ALGUMAS QUESTÕES RELATIVAS AO USO INDEVIDO DOS TERMOS: CATÓLICO, IGREJA CATÓLICA, CLERO E OUTROS

A CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL – CNBB, na defesa da verdade e da liberdade, considerou oportuno publicar a presente Nota Pastoral, destinada aos membros do episcopado, do clero, aos religiosos e a todos os fiéis leigos. 
O uso de nomes, termos, símbolos e instituições próprios da Igreja Católica Apostólica Romana, por outras denominações religiosas distintas da mesma, pode gerar equívocos e confusões entre os fiéis católicos. Nestes casos o uso da palavra “católico”, “bispo diocesano”, “vigário episcopal”, “diocese”, “clero”, “catedral”, “paróquia”, “padre”, “diácono”, “frei”, pode induzir a engano e erro. Pessoas de boa vontade podem ser levadas a frequentar tais templos, crendo que se tratam de comunidades da Igreja Católica Apostólica Romana, quando na verdade não o são. Por essa razão a Igreja tem a obrigação de esclarecer e alertar o Povo de Deus para evitar prováveis danos de ordem espiritual e pastoral.
Assim, temos o dever de alertar os fiéis católicos para a existência de alguns grupos religiosos, como é o caso da autointitulada “igreja católica carismática de Belém” e outras denominações semelhantes, que apesar de se autodenominarem “católicas”, não estão em comunhão com o Santo Padre, Papa Bento XVI, e não fazem parte da Igreja Católica Apostólica Romana. Por esta razão todos os ritos e cerimônias religiosas por eles realizadas são ilícitos para os fiéis católicos. Assim sendo, recomenda-se vivamente aos féis que não frequentem os edifícios onde eles se reúnem e nem colaborem ou participem de qualquer celebração promovida por esses grupos. Rezemos para que a unidade desejada por Jesus Cristo, aconteça plenamente.

Brasília-DF, 30 de novembro de 2011 

Cardeal Raymundo Damasceno de Assis
Arcebispo de Aparecida - Presidente da CNBB
Dom José Belisário da Silva
Arcebispo de São Luís - Vice Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília - Secretário Geral da CNBB
Fonte: CNBB

AGENDA DO PAPA PARA DEZEMBRO-2011

No último mês do ano o papa Bento XVI estará repleto de compromissos.
S.S. Bento XVI
Nos dias 4 e 7, domingo e quarta-feira, estão previstas como habitualmente, a oração do Angelus e a audiência geral. No dia 8, Imaculada Conceição, o Papa fará a tradicional visita à Praça de Espanha, em Roma, para venerar a Imagem da Virgem Maria Imaculada. Após um momento de oração em recolhimento, Bento XVI fará um discurso aos cidadãos romanos.
Seguindo outra tradição de seu pontificado, no terceiro domingo do Advento, assim como o faz no terceiro domingo da Quaresma, o Papa fará visita pastoral a uma paróquia de sua diocese. Este ano, no dia 11 de dezembro ele irá à paróquia Santa Maria delle Grazie, em Casal Boccone.
O dia seguinte, segunda-feira, 12, é a solenidade da Beata Virgem Maria de Guadalupe. Nesta circunstância, em que se comemora o bicentenário da independência de vários países da América, Bento XVI presidirá na Basílica Vaticana uma Santa Missa para a América Latina.
Dia 14 haverá audiência geral, na Sala Paulo VI, e no dia 15 de dezembro, o pontífice presidirá na Basílica Vaticana as tradicionais Vésperas com os universitários dos Ateneus Romanos, ocasião em que haverá a entrega do ícone de Santa Maria "Sedes Sapientiae".
Três dias depois, domingo, 18, o Papa fará uma visita aos detentos do cárcere romano de Rebibbia, onde responderá perguntas dos presidiários. Na quarta, dia 21, está prevista a audiência geral aos peregrinos. Dia 22, Bento XVI recebe os padres, bispos e cardeais colaboradores da Cúria Romana, para as felicitações de Natal.
A Missa de Natal do Senhor, no dia 24, como nos dois anos passados, será celebrada pelo Papa antecipadamente, às 22h. No dia de Natal, domingo, Bento XVI concederá a benção "Urbi et Orbi" da sacada da Basílica de São Pedro, e dirigirá uma mensagem com votos natalinos em mais de 60 idiomas.
Dia 26, festividade de Santo Estevão, primeiro mártir, haverá oração do Angelus, com a benção do Santo Padre de seu balcão. A última audiência geral do ano será quarta, 28 de dezembro. E para terminar, dia 31, o Papa preside as Vésperas da solenidade de Maria Santíssima Mãe de Deus, quando será cantado o “Te Deum” em agradecimento pelo ano que se encerra.

Nesta terça-feira, 29/11, o Santo Padre anunciou suas intenções para o mês de dezembro. Quanto à geral, o Papa pediu que oremos “para que todos os povos da Terra, através da consciência e do respeito recíprocos, cresçam na concordância e na paz”. A intenção missionária de oração, por sua vez, é “para que as crianças e os jovens sejam mensageiros do Evangelho e para que a sua dignidade seja sempre respeitada e preservada de cada violência e abuso”.

Fonte: Rádio Vaticano 
Rádio Vaticano 

domingo, 27 de novembro de 2011

1º DOMINGO DO ADVENTO

Às 19h30 de hoje os fiéis da comunidade participaram da Santa Missa de abertura do Novo Ano Litúrgico (Ano "B" - Evangelho segundo MARCOS) com a Liturgia do 1º Domingo do Advento. Muitos fiéis participaram! Três pessoas presentes estavam na capela pela primeira vez! Rezemos para que voltem sempre!
No início da Liturgia Eucarística, jovens da comunidade trouxeram várias doações em alimentos para a Campanha "Natal sem fome". Eles, saíram na parte da tarde, indo de casa em casa, por duas ruas do Conj. Broder Ville e felizmente trouxeram vários dons! 
 
Nossos agradecimentos aos jovens que se empenharam na arrecadação dos alimentos e também àqueles doaram!  
Se você ainda não fez sua doação para a Campanha, procure já sua comunidade/paróquia! "Reparta seu pão com quem tem fome!" (Tb 4,16)

Ao final da Missa, o animador, catequista H. Saulo informou que nossa paróquia (Fr. Galvão)  foi convidada para participar do festejo da padroeira de Caxingó-PI (N.Sra. da Conceição) no dia 1º/12, mas e o ônibus que a paróquia contratou já está lotado!
Informou-se ainda que a comunidade da Baixa da Carnaúba (Parnaíba) nos convidou também para seu festejo e se Deus quiser iremos participar lá no dia 1º12! Dona Do Carmo e esposo irão nos levar no ônibus deles!
Stéffane, líder do Grupo de Jovens da comunidade informou que o próximo encontro do grupo acontecerá na casa do jovem Wállaf, na Rua-F do conjunto, no dia 10 de dezembro!
Cantamos também os parabéns aos dizimistas-aniversariantes: Dona Josenilda (25/11) e Seu João Lucas (29/11).
Padre Vicente pediu orações pela saúde do Pe. Everaldo, pároco da Paróquia de N.S.P. Socorro, em Cocal-PI e da mãe dele! Ambos, estão internados em Teresina em estado bastante grave. Nosso pároco e outros padres viajarão ainda hoje para visitá-los no hospital! Que Maria, Nossa Senhora da Saúde, interceda pela pronta recuperação desses irmãos que padecem!

Festejos da Comunidade N. Sra. da Conceição - Baixa da Carnaúba

Do dia 28 de novembro à 8 de dezembro acontecem os Festejos em honra à Imaculada Conceição de Maria na localidade Baixa da Carnaúba, zona rural de Parnaíba. Essa comunidade, mais conhecida como "Comunidade do Km 18" está sob a circunscriação da Paróquia de N. Sra. de Fátima - a qual pertencíamos também!

Nossa comunidade foi convidada para essa festa! Se Deus quiser, no dia 1º de dezembro estaremos lá!

Vá! Participe dessa em louvor a Deus pela escolha e de Maria Santíssima para ser a mãe do nosso Salvador!

Confira programação da Festa clicando nas imagens ao lado!

Quer saber mais sobre a verdade dogmática da Imaculada Conceição de Maria?
Leia a Constituição Dogmática LUMEN GENTIUM (do Concílio Ecumênico Vaticano II), mais precisamente o Capítulo VIII "A BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA MÃE DE DEUS NO MISTÉRIO DE CRISTO E DA IGREJA" (aqui).
Você pode e deve ler a Bula "INEFFABILIS DEUS" (1854) na qual Sua Santidade, o papa Pio IX, define dogmaticamente que:

sábado, 26 de novembro de 2011

Carta aos Sacerdotes

MENSAGEM DO PREFEITO DA CONGREGAÇÃO PARA O CLERO O 
CARDEAL MAURO PIACENZA
POR OCASIÃO DO ADVENTO / 2011

Reverendos e estimados Sacerdotes,
Neste especial Tempo de graça, Maria Santíssima, Ícone e Modelo da Igreja, deseja introduzir-nos naquela que é a constante atitude do seu Coração Imaculado: a vigilância. 
De fato, é na vigilância orante que a Virgem constantemente viveu. Na vigilância recebeu o Anúncio que transformou a história da humanidade. Na vigilância guardou e contemplou, mais do que qualquer outro, o Altíssimo que se fazia seu Filho. Na vigilância, informada por um amoroso e grato estupor, deu à luz a própria Luz e, juntamente com São José, fez-se discípula Daquele que dela nasceu, adorado pelos pastores e sábios, acolhido com exultação pelo velho Simeão e pela profetiza Ana, temido pelos doutores do templo, amado e seguido pelos discípulos, hostilizado e condenado pelo Seu povo. Na vigilância do seu Coração materno, seguiu a Cristo Jesus até a Cruz, onde, na imensa dor do seu coração traspassado, acolheu-nos a todos como seus novos filhos. Na vigilância esperou com firmeza a Ressurreição e foi assunta aos Céus.
Caríssimos amigos, Cristo guarda incessantemente a sua Igreja e a cada um de nós! A Santíssima Mãe de Jesus e nossa é constantemente vigilante e nos guarda! A atitude de vigilância à qual o Senhor nos chama é aquela apaixonada observação do real, que nos conduz a duas direções fundamentais: a memória do nosso encontro com Cristo e do grande mistério de sermos Seus sacerdotes, e a abertura à “categoria da possibilidade”.
De fato, a Virgem Maria “fazia memória”, ou seja, continuamente revivia no seu coração, o quanto Deus operou no seu ser e, na certeza desta realidade, vivia o ministério de ser Mãe do Altíssimo. O Coração Imaculado de Maria era constantemente disponível e aberto ao “possível”, a concretização da amorosa Vontade de Deus nas circunstâncias quotidianas e nas mais inesperadas. Também hoje, do Céu, a Virgem Maria guarda-nos na memória viva de Cristo e nos abre de par em par à possibilidade da divina Misericórdia. 
Queridos irmãos, peçamos a Ela que nos dê um coração que seja capaz de reviver o Advento de Cristo na nossa própria vida, que seja capaz de contemplar o modo em que o Filho de Deus, no dia da nossa ordenação, de forma radical e definitiva, marcou toda a nossa existência, imergindo-a no Seu Coração sacerdotal, e como Ele nos renova quotidianamente, na Celebração Eucarística, transfiguração da nossa vida no Advento de Cristo pela humanidade. 
Enfim, peçamos um coração atento e capaz de reconhecer os sinais do Advento de Jesus na vida de cada homem e, de modo particular, na vida dos jovens a nós confiados: os sinais daquele especialíssimo Advento, que é a Vocação ao sacerdócio. 
A Bem-Aventurada Virgem Maria, Mãe dos Sacerdotes e Rainha dos Apóstolos, obtenha àqueles que lhe pedem humildemente, a paternidade sacerdotal necessária para acompanhar os jovens no alegre e entusiasmante seguimento de Cristo. 
No “sim” da Anunciação somos encorajados à coerência com o “sim” da nossa ordenação. Na visita a Santa Isabel somos chamados a viver a intimidade divina para levar a presença aos demais e para traduzi-la num jubiloso serviço sem limites de tempo e de lugar. Ao contemplar a Santíssima Mãe que envolve em faixas o Menino Jesus, e O adora, aprendemos a tratar com inefável amor a Santíssima Eucaristia. Ao “guardar tudo no próprio coração”, aprendemos de Maria a dirigirmo-nos ao Único necessário. 
Com estes sentimentos, asseguro a todos os caríssimos Sacerdotes, em todo o mundo, uma especial recordação na Celebração dos Santos Mistérios, e a cada um peço um “apoio orante” para o ministério que me foi confiado, implorando ao Senhor, diante do presépio, que nos ajude a tornarmo-nos, a cada dia, aquilo que somos!

Tempo de Advento

No próximo domingo, dia 27 de novembro começamos a vivenciar o tempo litúrgico do advento, que é tempo de esperança, confiança e conversão. É o tempo que aponta para as três vindas de Cristo: a do passado, sua vinda histórica; – a do presente: Cristo atuante no povo que celebra a Eucaristia e prática a Caridade; – a do futuro: Cristo aparecendo em sua glória. É o mesmo acontecimento: ontem histórico e visível; hoje sacramento e realidade oculta; amanhã manifestação gloriosa.
O advento nos chama a levantar a cabeça, a olhar para o horizonte, enxugar as lágrimas e a viver a novidade que virá, e que nos convida a partilhar o pão e o coração, a superar o ódio e a vingança, a não querer destruir o difícil e o diferente, o louco, o pobre e o importuno. A vinda de Cristo vem no inesperado, no empobrecido e no evitado, em quem Deus faz sua morada.
Para que a vinda de Cristo não nos surpreenda, a exemplo do que aconteceu com as jovens imprudentes da parábola de Jesus (Mt 25,1-13) precisamos colocar azeite em nossas lâmpadas. Esperar com alegria e discernimento, vigilância e cuidado, lendo os sinais dos tempos, percebendo os vestígios de esperança que tornam a vida mais humana. Revestir-nos da atitude de espera e não de entorpecimento; espera criativa e amorosa, que aplaina os caminhos, superando a injustiça, a impostura e a corrupção que fabricam o desalento e deixam o povo sem perspectiva.
O Advento nos convida à conversão e a mudar a nossa maneira de pensar, agir e sentir, preparando-nos para celebrar o Natal com coerência, acolhendo o Deus feito homem, a luz que veio a esse mundo e que muitos não quiseram receber. Precisamos colocar-nos a caminho em ação, pois Cristo virá somente para aqueles que lhe prepararam um tempo e um lugar em suas casas, na comunidade e na sociedade.
Os caminhos de conversão que temos a apontar para o período do Advento são os grupos de oração, as Celebrações da Palavra, da Penitência e da Eucaristia, os gestos de partilha com os mais necessitados e a generosidade com a coleta da evangelização. Não deixemos que os enfeites sem conteúdo, e que só levam ao consumo, nos levem a ignorar os marginalizados da sociedade, que foram os primeiros a quem foi anunciada a boa notícia da entrada de Jesus na história da humanidade.
A todos desejo um tempo de Advento de muita graça e bênção. Que os caminhos e as ações que vamos trilhar e realizar nos levem verdadeiramente ao Natal do Senhor.
Quem se prepara bem celebra bem. Abençoado Advento a todos!

Dom Canísio Klaus
Bispo de Santa Cruz do Sul - RS

Fonte: CNBB: 24 de Novembro de 2011

ANO NOVO NA IGREJA

Em 2011, o dia 27 de novembro, marca o início de um novo ano na Igreja. Ano civil e ano eclesiástico não é a mesma coisa! Embora coexistam! 
Portanto, a partir deste Domingo, o 1º do Advento já é ano de 2012 para a Igreja Católica!
Como entender isso? Leia o texto abaixo:

Ano Litúrgico: presença de Cristo no tempo

Com o Advento, a Igreja inicia um novo Ano Litúrgico, que faz memória dos acontecimentos da salvação, celebrando o mistério pascal de Cristo. A cada ano, a Liturgia percorre o caminho que vai da espera do Salvador à realidade final, tomando como fio condutor um dos três evangelistas sinóticos [Mateus, Marcos e Lucas]. Como ensina o [Servo de Deus o] Papa Paulo VI, “o Ano Litúrgico goza de força sacramental e especial eficácia para alimentar a vida cristã.”
Fonte: Pesquisa no Google.
O Ano Litúrgico, que tem como centro permanente o “mistério pascal”, apresenta dois “tempos fortes”: o Ciclo do Natal e o Ciclo Pascal, alternados com dois momentos do Tempo Comum.
O Ciclo do Natal compreende o tempo do Advento, com quatro semanas em preparação ao nascimento de Jesus, as solenidades do Natal, da Epifania e da Mãe de Deus e as festas da Sagrada Família e do Batismo de Jesus. Encerrado o tempo natalino, são celebrados os momentos iniciais da atividade pública de Jesus, no primeiro momento do Tempo Comum.
O Ciclo Pascal se inicia com o tempo da Quaresma, de conversão em preparação à maior festa litúrgica, a Páscoa. O centro deste período e do Ano Litúrgico é o Tríduo Pascal, da tarde da Quinta-feira Santa até a Vigília Pascal. “Como Cristo realizou a obra da redenção humana e da perfeita glorificação de Deus, principalmente pelo seu mistério pascal, quando morrendo destruiu a nossa morte e ressuscitando renovou a vida, o sagrado Tríduo Pascal resplandece como ápice de todo o Ano Litúrgico.” (Sacrosanctum Concilium, 5)
Com a celebração da Ressurreição no dia da Páscoa, inicia-se o Tempo Pascal, durante o qual se aprofunda o mistério da morte e ressurreição de Jesus, o sentido do batismo e o dom do Espírito Santo, celebrado especialmente em Pentecostes. Esse tempo, que compreende 50 dias, é celebrado com alegria e exultação, como se fosse um só dia de festa, “como um grande domingo”, como ensina Santo Atanásio. Ele se encerra com a festa de Pentecostes.
Vem, então, a segunda parte do Tempo Comum. Depois de Pentecostes e das solenidades do Senhor – Santíssima Trindade, Corpus Christi, Sagrado Coração – a Liturgia retoma a seqüência dos evangelhos da atividade pública de Jesus. O último domingo deste tempo e do ano litúrgico é a celebração de Jesus Cristo, Rei do universo. O Tempo Comum nos desafia a impregnar de páscoa o ano inteiro.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Paróquia N. Sra. de Fátima, em Parnaíba-PI - 45 ANOS DE MISSÃO!

45 anos em missão!
Nossa antiga paróquia, a Paróquia de N. Sra. de Fátima (com igreja-matriz no bairro Nova Parnaíba), no próximo dia 8 de dezembro, festa da Imaculada Conceição de Maria, às 19 horas, numa Santa Missa será comemorado os 45 anos de instalação canônica
Desse tempo,  19 anos fizemos parte de sua circunscrição! Desse tempo também, por 40 anos os Missionários Redentoristas curaram muitas almas! Hoje a paróquia é administrada pelos padres diocesanos e desde 2007 tem como pároco Pe. Carlos Alberto Seixas de Aquino. 
Irmã Terezinha
Na festa dos 45 anos de paróquia também será comemorado os 50 anos de vida religiosa da Irmã Ana Terezinha, que é Congregação das Filhas do Imaculado Coração de Maria-Cordimarianas, sendo que 40 anos é dedicado à evangelização na Paróquia de Fátima! 
Parabéns, Paróquia de Fátima!

Parabéns, Ir. Terezinha!

Se Deus quiser estaremos nessa festa!

Interior da matriz de N.S.de Fátima
Pe. Carlos Seixas

Bispos do Piauí visitando a Arquidiocese de Fortaleza-Ceará

Na última segunda-feira, 21 de novembro, os 6 bispos diocesanos do Regional CNBB NE-IV: dom Alfredo Shaffler (Bispo de Parnaíba e presidente do regional), dom Eduardo Zielski (Campo Maior), dom Valdemir Ferreira (Floriano), dom Juarez Sousa, (Oeiras), Plínio José (Picos), dom Ramón Carrozas, (Bom Jesus do Gurgueia) e Administrador diocesano de São Raimundo Nonato (Sé Vacante),  Pe. Cláudio Moreno, além do bispo-emérito de Floriano, dom Augusto Alves celebraram a Santa Missa no Santuário-Basílica de São Francisco das Chagas, em Canindé-CE.
Na oportunidade fizeram também sua Reunião Ordinária do Conser (Conselho Episcopal Regional) da CNBB, a fim de discutir e avaliar os encontros que foram promovidos pelo Regional em 2011.
A passagem por Canindé faz parte da programação do Passeio dos Bispos do Piauí, que teve início no dia 21 e segue até o dia 25 de novembro, visitando diversas cidades da Arquidiocese de Fortaleza, entre elas Aratuba, Mulungu, Guaramiranga, Pacoti e Fortaleza.
Acompanham os bispos nessa visita o Pe. Luiz Eduardo, Secretário do Regional e dom Rosalvo Cordeiro, Bispo-Auxiliar de Fortaleza. Faltou o administrador arquidiocesano de Teresina (Sé Vacante), Pe. Tony Batista.

Fontes:

domingo, 20 de novembro de 2011

Dia Nacional do Cristão Leigo

Hoje, a Igreja do Brasil celebra a festa de Cristo Rei, e na mesma ocasião é comemorado o Dia do Cristão Leigo. A data fecha o ciclo do ano litúrgico e toda a comunidade é chamada a refletir, antes de começado o tempo do Advento e a preparação para o Natal, sobre a identidade e missão desses homens e mulheres, cristãos leigos, que formam a imensa parcela do Povo de Deus.
Na abertura da V Conferência dos Bispos da América Latina e do Caribe, em Aparecida (SP), em 2007, o papa Bento XVI convocou os leigos a assumirem a sua missão com “audácia e entusiasmo”. Segundo o papa, os leigos “devem sentir-se co-responsáveis na construção da sociedade segundo os critérios do Evangelho, em comunhão com os seus pastores”. Bento XVI deu ainda um recado para a Igreja: “Promover um laicato amadurecido, responsável com a missão de anunciar e fazer visível o Reino do Senhor”.
Segundo o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Severino Clasen, os leigos são protagonistas da Igreja e são convidados a promover os valores do Evangelho. “Os leigos são convidados a promover a paz, a justiça e a fraternidade, para mobilizar e transformar o mundo num sinal do Reino de Deus”.
“Nós, cristãos leigos e leigos somos homens e mulheres do mundo no coração da Igreja, e homens e mulheres da Igreja no coração do mundo”, disse o presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB), Laudelino Augusto Azevedo, que completou afirmando: “Atuamos nas comunidades, nas Pastorais, nos movimentos, nas novas comunidades, nas periferias, nos centros urbanos, no mundo, exercendo nossas vocações e missões. Por isso, em nosso dia, louvo a Deus por tantos e tantas que fazem da Igreja um espaço de comunhão”, destacou.
O assessor da Comissão para o Laicato, Geraldo Aguiar, destaca a data como “marcante” e definidora de um momento de reflexão sobre o momento do leigo na Igreja.
A vice-presidente do CNLB, Marilza Lopes Schuina, falou sobre a escolha da data para a comemoração do Dia do Leigo no Brasil. “o Dia Nacional do Leigo e da Leiga é celebrado na festa de Cristo Rei desde a década de 90, com o intuito de recuperar a memória e a importância da Ação Católica para a Igreja e o laicato brasileiro. A data nos faz lembrar a nossa condição de Profeta-Sacerdote-Rei, incorporada a Cristo pelo Batismo, pelo qual somos parte do mistério de amor que é a relação de Deus com sua Igreja. Celebrando o Dia do Leigo, rezamos pela vocação laical, muitas vezes esquecida, pois a tendência que temos é de acreditar que vocacionados são os sacerdotes, as freiras.

sábado, 19 de novembro de 2011

Nova Exortação Apostólica de Bento XVI

Realizou-se no final da manhã deste sábado um dos momentos mais esperados da 1ª visita do papa Bento XVI ao Benin e 2ª Viagem Apostólica à Africa - a assinatura da Exortação Apostólica Pós-sinodal "AFRICAE MUNUS" (O compromisso da África).
Na Basílica de Ouidah, o Papa se reuniu com os membros do Conselho Especial para a África do Sínodo dos Bispos, os Bispos do Benin e convidados para um momento de oração.
A seguir, após as palavras do Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos, Dom Nikola Eterovic, o Papa fez um breve discurso antes de assinar a Exortação Apostólica. Bento XVI recordou Essa Assembleia Especial para a África concentrou-se sobre o tema da reconciliação, da justiça e da paz. Pontos importantes para o mundo em geral, mas que se revestem de uma atualidade muito particular na África. 
"Basta recordar as tensões, as violências, as guerras, as injustiças, os abusos de toda a espécie, velhos e novos, que caracterizaram este ano. A Igreja na África é chamada a promover a paz e a justiça, incitando-nos a denunciar e combater toda a forma de escravatura", afirmou.
E em português, disse: "É preciso não cessar jamais de procurar os caminhos da paz. Esta é um dos bens mais preciosos. Para alcançá-la, é necessário ter a coragem da reconciliação que nasce do perdão, da vontade de recomeçar a vida comunitária, da visão solidária do futuro, da perseverança para superar as dificuldades. Os homens, reconciliados e em paz com Deus e o próximo, podem trabalhar por uma justiça maior no seio da sociedade. É preciso não esquecer que a justiça primeira é, segundo o Evangelho, cumprir a vontade de Deus. Desta opção de base, derivam inúmeras iniciativas que visam promover a justiça na África e o bem de todos os habitantes do continente, principalmente dos mais carenciados que precisam de emprego, escolas e hospitais. África, terra de um Novo Pentecostes, tem confiança em Deus! Animada pelo Espírito de Jesus Cristo ressuscitado, torna-te a grande família de Deus, generosa com todos os teus filhos e filhas, agentes de reconciliação, de paz e de justiça. África, Boa Nova para a Igreja, torna-te isto mesmo para o mundo inteiro!" 
Leia a Exortação no site da Santa Sé, AQUI!
Leia uma síntese da Exortação Africae Munus neste link!

Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo!

O último domingo do ano litúrgico, o XXXIV [34º] do Tempo Comum, nos traz de volta para a fonte e o ápice da nossa fé. Nós celebramos, na verdade, hoje, a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo. Toda a liturgia da Palavra e a Liturgia da Eucaristia, que são os dois momentos essenciais da Missa, fazem-nos espiritualmente desfrutar deste grande tema de relevância teológica e moral para todo crente.
E é o apóstolo Paulo a compreender os aspectos essenciais do tema no texto da Primeira Epístola aos Coríntios (1Cor 15,20-26.28), que podemos ler e meditar hoje: "Irmãos, Cristo ressuscitou dentre os mortos, as primícias dos que morreram, porque, se por meio de um homem a morte veio até nós, também por meio de um homem veio a ressurreição dos mortos, e, como todos morrem em Adão, assim todos serão vivificados em Cristo. Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias, depois na sua vinda aqueles que são de Cristo. Então virá o fim, quando Ele entregar o reino a Deus Pai, depois de reduzir a nada toda autoridade e todo poder. Pois Ele deve reinar até que tenha posto todos os inimigos debaixo dos seus pés. O último inimigo a ser destruído é a morte. E quando tudo tiver sido sujeito, Ele, o Filho, estará sujeito Àquele a que sujeitou todas as coisas, que Deus seja tudo em todos".
Jesus Sacerdote-Profeta-Rei-Servo-Juiz 
separando as ovelhas dos cabritos
Mt 25, 31-46

A recapitulação de todas as coisas em Cristo é a chave para o mistério da criação e da redenção do homem e da humanidade. Cristo é o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim de tudo. Ele, que revelou o Pai e o Espírito Santo, é o mediador da única e eterna aliança entre Deus e a humanidade; é Ele o Redentor e Salvador, o Messias que veio e que devemos esperar novamente pela segunda e definitiva vinda à Terra para julgar os vivos e os mortos para a instauração do Reino definitivo e de sua realeza para sempre. O seu reinado no mundo já está se desenvolvendo na expectativa da realização plena. É a inicial fase da instauração do seu Reino, que, em sua plenitude, há de se manifestar no final da história. Um reino que é construído a cada dia através do trabalho daqueles que acreditam em Cristo e nos valores proclamados por Ele.
Lembra-nos, em poucas palavras, o Prefácio da Solenidade de hoje: “Fostes vós, ó Deus, que com óleo de alegria consagrastes Sacerdote eterno e Rei do Universo o vosso único Filho, Jesus Cristo, Nosso Senhor. Ele se sacrificou como vítima imaculada de paz sobre o altar da Cruz, atuou o mistério da redenção humana, sujeitando ao seu poder todas as criaturas, ofereceu a sua majestade infinita, o reino eterno e universal: reino de verdade e de vida, reino de santidade e de graça, reino de justiça, amor e paz".
Centra-se sobre estes valores o texto do Evangelho de Mateus (Mt 25,31-46), que percebemos como o do Juízo Final, que será expresso, sobretudo, em ordem à caridade e (o) ao amor concreto com o qual vivemos nossa existência terrena: "Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, recebei em herança o reino preparado para vós desde a fundação do mundo. Porque tive fome e me destes de comer, tive sede e me destes de beber, eu era peregrino e me recolhestes, nu e me vestistes, doente e me visitastes, na prisão e fostes ver-me. Então os justos lhe perguntarão: 'Senhor, quando te vimos com fome e nós te alimentamos? Com sede e te demos algo para beber? Quando te vimos peregrino e te acolhemos? Sem roupa e te vestimos? E quando te vimos doente ou na prisão, e fomos visitar-te? Em resposta, o rei dirá a eles: Em verdade eu vos digo: cada vez que fizestes isso a um desses meus irmãos mais pequeninos, fizestes a mim."
E é em cima da caridade que seremos julgados se somos dignos ou não de adentrar no Reino de Deus. Uma caridade vivida no dia a dia, no serviço aos pobres e aos necessitados de toda espécie. A caridade que vem do coração e vai ao coração, que não faz cálculos ou conta o tempo e o espaço para servir à causa dos últimos e marginalizados.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Atividades da Pastoral da Juventude no Piauí

As oito dioceses do Piauí
Regional NE-IV da CNBB
Clique para ampliar!
No último feriado, 15/11, no Palácio Episcopal, na cidade de Parnaíba, Dom Juarez Sousa da Silva, bispo de Oeiras-PI (referencial para a Juventude no Piauí), representantes dos vários movimentos juvenis de nossa cidade, diretores das instituições de ensino católicas - do Colégio N. Sra. das Graças (das Irmãs Savinianas) e do Colégio Diocesano (Ginásio S. Luiz Gonzaga) e Pe. Ronaldo Souza (Coordenador do Setor Juventude da Diocese de Parnaíba), estiveram reunidos a fim de organizar e preparar a Juventude local para a acolhida da Cruz e do ícone mariano das Jornadas Mundiais da Juventude que chegará no Regional Nordeste IV da CNBB no dia 11 de março de 2012 percorendo todas as dioceses do PIAUÍ (Arquidiocese de Teresina, Dioceses de Parnaíba, Campo Maior, Floriano, Oeiras, Bom Jesus, São Raimundo Nonato e Picos) até o dia 31 de março.
A Pastoral da Juventude do nosso regional realizará entre os dias 18 e 20 de novembro/2011 a "VIII Assembleia Regional da PJ", que será sediada na Diocese de Floriano. Com o tema “PJ: Resistência e Profetismo” e o lema “O meu desejo é a vida do meu povo” (Ester 7, 3). Esta Assembleia objetiva reavivar o espírito profético da juventude e eleger a nova Coordenação Regional.

Fontes: Diocese de Parnaíba e CNBB NE IV

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Semanas Missionárias das SMP (2009-2013)

Cartaz das SMP em Ilha Grande do Piauí
De 6 à 13/11/2011 a Paróquia de N. Sra. da Boa Esperança, na cidade de Esperantina-PI recebeu os missionários e estes juntamente com os irmãos das várias comunidades daquela paróquia experienciaram as atividades da Grande Semana Missionária - do Projeto Diocesano de Evangelização: SANTAS MISSÕES POPULARES iniciado em 2009, segundo o método desenvolvido pelo Pe. Luis Mosconi, grande animador das SMP no Pará, e que se estenderá até a festa de Pentecostes de 2013.
Neste dias, de 13 à 20/11 a Paróquia de N. Sra. da Conceição, na cidade de Ilha Grande do Piauí-PI, vive esse tempo especial da graça de Deus!
A Paróquia de Frei Galvão, nossa paróquia viverá esse momento forte de revigoramento da fé no mês de fevereiro de 2012! Estamos ansiosos!

OBS.: 
Em 5 de fevereiro de 2012, na reunião ordinária do Conselho Paroquial, Pe. Vicente Gregório, nosso pároco, informou que nossa Semana Missionária acontecerá agora em SETEMBRO/2012.

3ª Romaria Nacional da Juventude

Ontem, a Catedral de Santo Antônio de Pádua, em Guaratinguetá-SP, terra de Frei Galvão, 1º Santo Brasileiro, acolheu a Cruz e o ícone de Nossa Senhora – símbolos das jornadas mundiais da juventude – JMJ entregues no ano de 1984 pelo papa beato João Paulo II para os jovens levarem ao mundo inteiro! 
Hoje foi a vez do Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida receber os símbolos e os milhares e milhares de jovens para a 3ª ROMARIA NACIONAL DA JUVENTUDE!
Foi um dia de grande festa para a Arquidiocese de Aparecida, mas também para todo o Brasil, pois nesta data em celebramos o aniversário de 122 anos da Proclamação de nossa República. Os jovens vindos de várias partes do país à Aparecida-SP expressa a unidade nacional! Que beleza!
Aguardemos nós, povo de Deus da Diocese de Parnaíba, que em 11 de março de 2012 será nossa vez de acolhermos os símbolos das JMJ, que é também relíquias deixadas pelo maior papa dos últimos tempos – João Paulo II.

Leia também a homilia de Dom Damasceno, cardeal-arcebispo de Aparecida:

CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO - 2011

No próximo domingo (20/11), celebramos a Solenidade de Nosso Senhor Jesus CRISTO, REI DO UNIVERSO (34º Domingo do Tempo Comum) e, assim, finalizamos o ano litúrgico de 2011! No domingo, 27/11 - 1º Domingo do Advento, começaremos o novo ano eclesiástico - 2012.

Há 6 anos, a partir da festa de Cristo Rei inicia-se a CAMPANHA NACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO - CE, que se estente até o 3º Domingo do Advento (11/12/2011). 
A CE desse ano abordará a temática: "ENCARNAÇÃO E NOVA CRIAÇÃO: Ele veio curar nossos males".
Mais informações sobre a CE-2011, acesse um link da CNBB, aqui!
Participe de mais esta campanha de ajuda solidária à Evangelização da nossa Igreja no Brasil!
Ajude a formar missionários e fomentar as missões em para levar a Boa Nova de Jesus Cristo a muitos irmãos e irmãs!

Leia abaixo um material produzido por nossa diocese para melhor entender esta Campanha:



OREMOS AO SENHOR:

Ó Cristo, revestido da fragilidade humana, 
viestes ao mundo em nosso auxílio. 
Apressai-vos em curar nossos males 
e tornai nossa comunidade ardorosa na evangelização, 
enquanto, vigilantes, aguardamos o Reino definitivo.
Amém.

domingo, 13 de novembro de 2011

Reflexão sobre a liturgia do 33º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Liturgia da Palavra:
Pr 31,10-13.19-20.31-31; Sl 127 
1Ts 5,1-6 ; Mt 25,14-3


    Eis uma reflexão do Pe. Cesar Augusto dos Santos, S.J. no site da Rádio Vaticano:
    A primeira leitura nos faz o elogio da mulher ideal. Ela transmite ao seu marido paz, serenidade e harmonia. Ela não restringe suas preocupações ao marido e aos filhos, mas como sede do amor, se preocupa com todas as pessoas, especialmente com aquelas que estão sob seu teto, como os empregados e afins. Ela é generosa para com os pobres e os socorre.
    Por outro lado ela é profundamente religiosa e se ocupa com as coisas do Senhor. Em nossa sociedade é principalmente a mulher que passa para os filhos a formação espiritual.
    O texto também nos fala da laboriosidade da dona da casa. Levanta cedo, se deita tarde, suas mãos são produtoras, ocupa-se sempre em proporcionar bem-estar a todos que estão em casa.
    Essa mulher tem em Nossa Senhora o seu modelo e nela se inspira, diversamente de outras que sacrificam a família e sua própria felicidade para possuir um corpo de acordo com os ditames da época e suas atenções são voltadas para si mesma e não para seus queridos. Maria, a filha querida do Pai, a Mãe de Jesus, a esposa do Espírito Santo e companheira de José é chamada a cheia de graça exatamente porque soube ser a mulher madura, voltada para os outros e disposta a amar plenamente até às últimas consequências. Essa é a mulher ideal, a mulher realizada, feliz! Não possui traumas e nem recalques. É realizada e realiza, consequentemente, seu marido, seus filhos. Ela proporciona realização a todos os que estão a seu lado.
    Essa mulher ouviu os conselhos da segunda leitura da liturgia de hoje, a 1ª Carta de São Paulo aos Tessalonicenses, quando diz “...sejamos vigilantes e sóbrios”.
    Essa mulher também ouviu a parábola de Jesus contada por São Mateus no Evangelho deste domingo. Ela não enterrou, mas soube fazer frutificar todos os talentos que recebeu. Através do amor ao marido e aos filhos, através da atenção aos empregados, através da caridade para com os pobres, com os doentes e com os necessitados, através da atenção para com os vizinhos e colegas, ela soube multiplicar todos os dons que o Senhor lhe deu.

    E Pe. Bantu Mendonça, da Canção Nova escreve:

    A expectativa e a vigilância convertem-se em responsabilidade pela transformação do mundo. A parábola dos talentos ressalta a vigilância como atitude de quem se sente responsável pelo Reino de Deus. E quem recebeu talentos – e não os faz render – pode ser demitido do Reino por “justa causa”.

    sábado, 12 de novembro de 2011

    2º Encontro do Grupo de Jovens da Comunidade

    Na noite de hoje os jovens Roberto, Ana Stéffane, Maria Tainara, Thamires, Felipe Jr., Arthur Alvino, Kauanne, Laís Stéfane, Wállaf, Andréia, Karina, dentre outros/as, reuniram-se na capela de nossa comunidade para o seu 2º Encontro enquanto Grupo deste ano! Participam desse grupo, basicamente os jovens confirmados na última turma de Crisma da Comunidade (Crisma na Matriz de Fr. Galvão - 23/10)! 
    Parabéns a estes jovens! Fazemos votos que perseverem nesse trabalho de Evangelização e este grupo dure por muito tempo! Que mais jovens venham participar desses encontros!
    Vale salientar, que quase no finalzinho, apareceu o catequista Hermerson Saulo, e este aproveitou o momento para parabenizar a todos pelo encontro e dar algumas dicas.
    H. Saulo falou sobre importância dos jovens na Igreja e fé da Igreja nos jovens! Pediu para todos fazerem um Planejamento de eventos para o futuro, e buscando mais jovens para os seguintes acontecimentos: o primeiro, a chegada em nossa cidade, em 11/03/2012, dos símbolos das Jornadas Mundiais da Juventude-JMJ (A Cruz do Senhor e o Ícone de Nossa Senhora); segundo, programar ações para o ano de 2013 quando a Campanha da Fraternidade abordará o tema a "Juventude" e também em julho daquele ano o papa quer vir se encontrar com milhões de jovens do mundo inteiro aqui no Brasil. Assim, essas ações precisarão de planejamento, empenho de todos, mas também de recursos financeiros, inclusive para, por exemplo, se poder enviar um representante do Grupo para a cidade do Rio de Janeiro, sede da JMJ-2013.
    H. Saulo sugeriu ainda que eles nomeassem entre si um/a secretário/a para registrar as decisões e temas dos encontros, um/a tesoureiro/a e um/dois líder/es para o Grupo a fim de esta equipe coordenar os encontros. Por fim, o catequista sugeiriu que eles fizessem encontro em famílias dos próprios jovens do Grupo, a fim de mobilizar os jovens das ruas a estes encontros e assim eles virem a participar um dia de nossa comunidade eclesial.

    Visita a Comunidade São Benedito

    Às 18h30 de ontem, 24 irmãos de nossa comunidade visitaram pela primeira vez a comunidade São Benedito, localizada no Bairro S. Benedito (Parnaíba-PI) que está em Festejo, desde o dia 5/11. Foram e voltaram na Van nº. 31. Nosso dia nesse Novenário era 6/11, mas não deu pra irmos na data programada, felizmente nessa 6ª noite dos festejos, pudemos participar da festa de S. Benedito.
    Programação da Festa
    A novena com Missa foi celebrada pelo vigário da Área Pastoral N. Sra. da Conceição (Caxingó-Caraúbas do Piauí), Reverendo Pe. Marlos Borges e pelo pároco da Paróquia de N. Sra da Conceição (Ilha Grande do Piauí) e vigário-geral da diocese, Mons. Vitório Ferrari.
    Os festejos do padroeiro daquela comunidade se estendem até o dia 15 deste mês! Veja a programação (clique na imagens ao lado!) Participe você também!
    São Benedito, rogai a Deus por nós!!!

    Veja imagens de nossa visita:
    Nós!!!


    sexta-feira, 11 de novembro de 2011

    3º Bispo de Parnaíba em visita a seu antigo rebanho

    Imagem da:
    Arquidiocese de Maceió
    O arcebispo-emérito da Arquidiocese de Maceió, Dom Edvaldo Gonçalves Amaral, SDB [Salesiani Domini Bosci], está em visita à sede de nossa diocese.
    Ontem, ele celebrou as bodas de ouro do casal, Sr. Arnaldo e Sra. Conceição Caldas, na Igreja de São José (Bairro S. José-Parnaíba). A Missa foi concelebrada pelo bispo-emérito de Floriano Dom Augusto da Rocha e Pe. Antônio Soares, pároco da Catedral de Nossa Senhora Mãe da Graça. 
    Dom Edvaldo foi o 3º bispo de nossa diocese. Governando de 1980 à 1985, quando foi eleito arcebispo de Maceió. Quer saber mais sobre os bispos de Parnaíba? Baixe um arquivo acessando um link sobre a Diocese na barra lateral, ou diretamente, aqui!
    Rezemos ao Senhor para que conceda saúde e paz a estes servos de Deus que por longos anos deram suas vidas pelas ovelhas!

    Mais sobre Dom Edvaldo?! Continue lendo...

    quinta-feira, 10 de novembro de 2011

    Missão na Comunidade Santa Teresinha

    De 3 a 12 de novembro/2011 acontecem os Festejos da Comunidade Santa Teresinha do Menino Jesus de nossa paróquia, no Bairro São Vicente de Paula (Catavento), em nossa cidade.
    Como naquela comunidade ainda não há muitos leigos engajados na Pastoral Litúrgica, a coordenadora, Dona Izândia, convidou os ministros extraordinários da Sagrada Comunhão de nossa comunidade para fazer celebrações do Novenário em honra à Santa Teresinha, doutora da Igreja e "Co-Padroeira das Missões".
    O Sr. Alvino foi celebrar a Palavra no dia 7 e ontem, 9/11, Hermerson Saulo foi presidir a celebração. Confira, clicando na imagem abaixo, o roteiro de Celebração para esta novena.
    Formatado por H. Saulo
    Na comunidade Santa Teresinha há muitos jovens e muitas crianças que precisam ser catequizadas-evangelizadas, pois, infelizmente, o mundo das drogas os rodeiam. Nessa comunidade também, a Diocese de Parnaíba já há mais de 10 anos desenvolve trabalhos sociais num salão anexo à capela.
    Rezemos para que as famílias dessa comunidade sejam ambientes de Paz, Amor e Fé, como foi a santa família da jovem Teresa de Jesus e da Sagrada Face (Teresinha de Lisieux).
    Veja mais fotos da Celebração da 7ª Noite do novenário à Santa "Doctor Amoris" (Doutora do Amor), como proclamou o papa Beato João Paulo II, em 1997, por ocasião do centenário de sua morte.
    Dona Izândia, coordenadora

    domingo, 6 de novembro de 2011

    Campanha "NATAL SEM FOME 2011"

    Até o dia 10 de dezembro colabore com a Campanha Natal Sem Fome 2011!!! 
    Procure já sua comunidade/paróquia e faça doações de alimentos não-perecíveis! Vamos fazer várias famílias felizes neste Natal!

    No último dia 04/11, no Centro Pastoral Sagrada Família foi lançada oficialmente a 9ª edição da Campanha! Leia, na imagem ao lado, a mensagem do coordenador dessa campanha neste ano!
    Pe. Antônio Soares (pároco da Catedral), Dom Alfredo, bispo diocesano de Parnaíba e
    Frei Chagas (pároco em S. Sebastião e coordenador da Campanha neste ano)
    Veja um vídeo do dia lançamento da campanha desse ano:

    sexta-feira, 4 de novembro de 2011

    Concurso para Hino da Campanha da Fraternidade-2013

    A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está lançando o concurso para a letra do hino da Campanha da Fraternidade de 2013. O hino será escolhido em duas etapas: na primeira, será feita a escolha da letra, com prazo de entrega das composições até dia 11 de dezembro de 2011; na segunda etapa, será feito o concurso para a música, até março de 2012.
    A Campanha da Fraternidade de 2013 tem como tema: “Fraternidade e juventude”, e o lema: “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6,8).
    “A CNBB solicita a colaboração de todos os poetas para a criação de um texto belo e profundo, que reflita a realidade da juventude, sua espiritualidade, seus anseios, suas lutas e esperanças”, salientou o assessor da CNBB para a Música Litúrgica, padre José Carlos Sala.
    O Objetivo Geral da CF 2013 diz que “refletir sobre a realidade das juventudes no contexto da atual cultura midiática, para compreender seu impacto na vida dos jovens à luz do evangelho, acolhendo-os como sujeitos e, com eles, construir relações e estruturas que promovam a Vida”.
    Segundo o padre José Carlos Sala, é importante estudar o documento da CNBB "Evangelização da Juventude".

    Participem poetas parnaibanos!!!
    Fonte: CNBB
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...