sexta-feira, 24 de maio de 2013

Famílias continuam recebendo e rezando junto à imagem de Nossa Senhora. Confira mais imagens desse mês mariano!

Abaixo divulgamos imagens da peregrinação mariana em nossa comunidade nessas duas semanas. Idosos, adultos, jovens e crianças tem participado intensamente! Se você ainda não participou, participe! 

Amanhã a imagem de Nossa Senhora sai da residência de Dona Maria da Soledade e permanece na Rua A, porém indo pernoitar na casa de Dona Mazé Farrapo. Participe!

Domingo, 26, tem Santa Missa (com a 1ª Eucaristia de 6 crianças) em nossa Capela. Esperamos por você! 

terça-feira, 21 de maio de 2013

Coroinhas da comunidade celebram seu dia

Na noite deste  21 de maio, dia em que no Brasil se recorda o 89º aniversário do martírio dos Beatos Padre Manuel Gómez González e do Coroinha Adílio Daronch (patrono nacional dos coroinhas!) o Coordenador da Comunidade, H. Saulo, promoveu um momento celebrativo com agradecimento a Deus e aos coroinhas pelo bom trabalho que eles têm desenvolvido; preces pelo grupo e pelo pároco; e momento também de formação litúrgica e ensaio para a missa de 1ª Comunhão a ser celebrada no próximo domingo, 26.
Os 6 coroinhas de nossa capela: Kauanny Silva, Arthur Alvino, Heitor Evandro, Lays Stefhanny, Vitor Santos e Vitória Régia fizeram-se presentes e receberam uma humilde lembrancinha do Coordenador.
Rezemos, irmãos, para que eles continuem firmes no serviço do altar!
Que o Pe. Manuel e o Coroinha Adílio velem por nossos coroinhas e nosso pároco! Amém!

domingo, 19 de maio de 2013

Parentes e amigos homenagearam Dona Gerarda no seu 7º dia de falecimento

No final da tarde de ontem, 18, familiares, amigos e fiéis da comunidade participaram da Santa Missa da Vigília de Pentecostes, rezada também em sufrágio da alma de nossa irmã Gerarda Monteiro dos Santos falecida no último dia 12. A missa foi presidida por Pe. Marcos Amorim, vigário da Paróquia Santa Ana, a quem muito agradecemos a disponibilidade. 
Durante a homilia, o reverendo exortou aos familiares enlutados a pedirem o dom da fortaleza ao Divino Espírito Santo a fim de que sejam consolados em suas dores. O padre exortou ainda a buscarmos aumentar a devoção à Nossa Senhora, a cheia de graça, aquela que é esposa fidelíssima do Espírito Santo e que estava com os apóstolos no momento de Pentecostes. 
A celebração contou com a participação de poucos fiéis e os que foram, enfrentaram uma chuva torrencial. Infelizmente, no início da celebração não havia luz elétrica tendo em vista que em Parnaíba, basta cair umas gotas d'água na fiação, falta energia imediatamente. Vale ressaltar que hoje domingo de Pentecoste a celebração foi feita às escuras porque faltou luz elétrica o dia todo. Ainda bem que nós cremos que Cristo é a luz do mundo e é por Ele e nEle que fizemos nossas ações religiosas mesmo à luz de velas.
Ao final da Missa do 7º dia, o Coordenador da Comunidade, H. Saulo, leu uma homenagem das filhas à Mãe, Dona Gerarda. Trata-se da poesia "Para sempre" de Carlos Drummond de Andrade. Confira-na:

Para Sempre
Carlos Drummond de Andrade 

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Convite: Missa de 7º dia de Dona Gerarda

Foto: Facebook de Vanda Araújo
Convidamos os familiares, amigos e os irmãos da Comunidade a participarem em nossa Capela, no próximo sábado, 18 de maio, às 17 horas, da Santa Missa em sufrágio da alma de nossa irmã GERARDA MONTEIRO DOS SANTOS no 7º dia de sua  páscoa à Casa do Pai.

A Celebração da Missa será presidida por Pe. Marcos Amorim, vigário-cooperador na Paróquia de Santa Ana, em Parnaíba.
Dona Gerarda, desde o Domingo de Ramos estava internada em Teresina tratando-se de uma grave enfermidade no cérebro. No último domingo, 12, Dia das Mães, nossa Mãezinha do Céu, Nossa Senhora, de braços abertos deve ter acolhido esta grande mãe e filha na Casa Paterna.
Dona Gerarda deixa saudades no esposo, nas 4 filhas, netinhos e nos amigos! 

Descanse em Paz, Dona Gerarda!

terça-feira, 14 de maio de 2013

Comunidade reza e homenageia as mães

No início da noite do último domingo, 12, inúmeros irmãos se reuniram na Capela de Nossa Senhora Aparecida para celebrarem a Santa Missa na Festa da Ascensão do Senhor (que no Brasil é no 7º domingo da Páscoa!), bem como prestarem louvor a Deus pelo dom de nossas mamães. 
Rezou-se pelas mães vivas e pelas falecidas, em especial a mãe que faleceu nesse dia, Dona Gerarda Monteiro (mãe de nossa irmã Vanda), que há dois meses tentava se recuperar de uma cirurgia.
A missa foi presidida pelo pároco, Pe. Vicente Gregório. Nessa solene celebração o pároco e os coroinhas fizeram uso pela primeira vez das novas cadeiras do presbitério, adquiridas a partir de generosas doações de alguns fiéis e também de um leilão-americano realizado no último 14 de março. Nessa festa utilizou-se também as toalhas "reformadas" pelas irmãs e mamães, Dona Jovelina e Dona Elisa Val, as quais o coordenador da comunidade, ao final da missa, entregou-lhes uma lembrança em agradecimento ao serviço que eles fizeram à Capela. 
Após a missa, o pároco foi celebrar em outra comunidade, mas continuamos com nossas homenagens às mães. Fizemos, primeiramente o sorteio da rifa organizada pelo Grupo de Jovens a fim de eles melhor preparem a "Coroação de Nossa Senhora" no dia 29 próximo.
Após a rifa, o Coordenador começou o sorteio de brindes a serem entregues às mães. Enquanto acontecia o sorteio, era servido às homenageadas um delicioso creme de galinha feito pelas irmãs Jovelina e Socorrinha (com recursos próprios da comunidade). Mais de 40 mães receberam presentes. Isso só possível porque 18 irmãos trouxeram presentes (alguns, trouxeram dois) e a Pastoral da Criança da comunidade doou-nos 11 brindes. 
Nossos agradecimentos a todos que colaboraram para a realização dessa festa! E, mais uma vez, PARABÉNS ÀS MAMÃES!! Que Nossa Senhora guarde e proteja a todas!

Peregrinação mariana 2013: notas sobre a 9ª, 10ª e 11ª noite

Clique para ampliar!
CALENDÁRIO DA PEREGRINAÇÃO
"Alterado"
Na última quinta-feira, 9, a zeladora do Apostolado da Oração, Srta. Maria do Carmo "Maninha" recebeu em sua casa os irmãos e a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima. Maninha não se encontra muito bem de saúde, por isso, fazemos votos de que Nossa Mãe Maria interceda pela recuperação da saúde desta nossa irmã.e ela tão logo possa participar ativamente das atividades da comunidade.
Na sexta-feira, 10, foi a fez de nossa queridíssima irmã, Dona Dolores e família acolherem Nossa Senhora. Essa celebração foi verdadeiramente seu aniversário de 96 anos, pois agora ela se encontrava bastante lúcida e ativa, diferentemente da Celebração da Missa em 5 de janeiro passado, quando ela passou também o restante do mês muito debilitada e inconsciente.
Durante a celebração na casa de Dona Dolores, suas filhas devolveram ao coordenador da Comunidade, Hermerson Saulo, as tolhas do altar do sacrifício e dos altares dos santos, agora, com belíssimos bicos de croché. Nossos parabéns ao ótimo trabalho de Dona Elisa e Dona Jovelina e nosso agradecimento à Socorrinha que foi quem doou as linhas. Que Deus abençoe profusamente essa família que tanto tem colaborador conosco!
Sábado, 11, foi a vez de Dona Vera Lúcia e família acolherem Nossa Senhora.
Confira imagens da peregrinação na casa de Dona Dolores:


Confira imagens da peregrinação na casa de Maninha e Dona Vera:

sábado, 11 de maio de 2013

Convite especial às Mães

Queridas mamães de nossa comunidade!
Neste domingo, 12 de maio, festa da Ascensão do Senhor, participe da Santa Missa às 17h30min em nossa Capela. 
Rezemos para que Deus continue lhe abençoando na vocação de ser MÃE, "co-criadora" junto com Ele, no plano divino da Criação! 
Leve também sua família!

P.S.: A imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, sairá às 17h da residência de Dona Vera na Rua D (Conj. Broder Ville) em direção à nossa Capela.

"Domingo esperado". Reflexão para o Dia das Mães-2013

Por ser Domingo das Mães, o dia fica muito especial. E por ser especial, é preparado com antecedência, esperado com ansiedade, precedido de diversas providências para que a festa seja garantida. 
Na verdade, o Domingo das Mães nos coloca o desafio de como celebrar todos os domingos. Todos eles podem assumir a dimensão de festa, que congrega a família, e reúne a comunidade. 
São duas realidades que precisam fazer parte de qualquer domingo que se preze: a família e a comunidade. 
Todo Domingo é dia da família, todo domingo é dia da comunidade. 
São as duas referências que situam o cotidiano de nossa existência, que tem na semana o seu ritmo, que nunca foi alterado. Tanto que até hoje nunca foi mudada a sequência dos dias da semana. 
Quando é escolhido o Domingo para assinalar uma efeméride, é sinal de que a data a ser comemorada é muito especial, a ponto de contagiar a semana toda. 
Por isto, a festa das mães não é vinculada a um dia do mês, mas a um dia da semana, no caso o domingo. Ficaria sem graça, por exemplo, celebrar o Dia das Mães numa segunda-feira. Uma festa especial requer um domingo para ser bem celebrada. 
Comparando com as festas litúrgicas, o Domingo de Páscoa serve como referência permanente para a celebração de todos os outros domingos. Ele dá o conteúdo a ser celebrado em cada domingo. Por conta disto, todos os domingos, de certa maneira viram “domingo de páscoa”, no qual celebramos o mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus. 
Se a páscoa fornece o conteúdo, o Domingo das Mães fornece a forma para celebrar o domingo de maneira festiva. E nos ensina que todas as realidades de nossa vida recebem um sabor melhor, e tomam seu sentido verdadeiro, quando bem assumidas, e bem celebradas de domingo. 
Assim se confirma a importante convicção da liturgia, de celebrar a memória dos mistérios de Cristo, mas também celebrar a realidade cotidiana de nossa vida, colocada à luz desses mistérios, que a iluminam, e a integram como motivo de nossa celebração. 
O domingo é o dia de recordar a memória do Senhor, mas é também o dia de celebrar nossa vida, com os muitos motivos de ação de graças que ela nos apresenta. 
Como todo domingo é dia de Páscoa, bom seria se todo domingo contasse com a dinâmica envolvente do dia das mães. Para ser preparado, aguardado com expectativa e celebrado com alegria em toda a comunidade, em todas as famílias. 
Desaprendemos a valorizar os domingos. Por isto eles perderam sua graça. 
Como no Domingo das Mães, não pode faltar na comunidade uma homenagem especial para elas. E não pode faltar na família um bom almoço, temperado com carinho e com alegria. 
Assim em todo domingo. Não pode faltar a celebração na comunidade, da qual devemos participar ao vivo. E não pode faltar a festa em família, na alegria de sentir-nos unidos e abençoados por Deus. 
Comunidade e família, os dois componentes que não podem faltar em nenhum domingo! 

Dom Luiz Demétrio Valentini 
Bispo de Jales (SP) 
Fonte: CNBB.

Maio, Mês de Maria

Ao longo de sua história, a Igreja tem colecionado orações que têm origem na cultura do povo e apresentam as riquezas e os valores do Evangelho sob roupagens diversas. Trata-se da chamada piedade popular, que alimenta e conserva a fé do povo de Deus. Por isso, a Igreja faz questão de incentivá-la, corrigindo-a quando necessário. 
Quando se trata da Mãe de Deus, as expressões populares se multiplicam. Deve-se isso ao carinho especial que todos têm pela figura materna. Crianças, jovens e adultos aprendem que Jesus Cristo é o Filho de Deus, o Salvador da humanidade. Ao olhar para Ele, percebem que, a seu lado, de Belém ao Calvário, está Maria – presença discreta, silenciosa e eficaz. Como ignorar aquela que é a sua Mãe? Sabem que ela tem uma missão especial, mas missão que não foi ela mesma que procurou e nem lhe foi dada por alguma criatura. A sua missão na história da salvação é fruto de uma decisão divina: “O anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem prometida em casamento a um homem de nome José, da casa de Davi. A virgem se chamava Maria”. Gabriel foi apenas um mensageiro, um enviado. Falou apenas o que Deus lhe mandou que falasse. A escolha de Maria, pois, para uma missão especial junto a Cristo e à Igreja, foi uma decisão do Pai. 
Qualquer mês poderia ser o mês de Maria, mas, para chamar a nossa atenção, convencionou-se o mês de maio como o mês dedicado a Maria. E os fiéis já sentem ao se aproximar esse mês, a suavidade, a graça, a disponibilidade de nossa mãe do céu. 
Vivamos o mês de maio com toda emoção que ele nos traz. Sendo irmãos e irmãs de Jesus, sendo seu herdeiro, temos direito de fazer a experiência que, diariamente, Ele fez em Nazaré – e por trinta longos anos! Procuremos entender que as palavras de Jesus, ditas no alto da cruz: ”Eis a tua mãe!” [João 19, 27] são dirigidas a nós. E, na expressão “teu filho”, todos nós estamos presentes. 
Busquemos conhecer um pouco mais a intimidade de Maria, estrada que conduz a Cristo. Aproximemo-nos da mãe que, melhor do que qualquer outra criatura, conhece Jesus, seu Filho. Estamos sendo convidados a contemplar, todo um mês, com Maria, o rosto do Filho de Deus. Que possamos, neste mês de maio, vivenciar a trajetória de Maria, em todas as suas dificuldades, os preconceitos que ela enfrentou, a sua coragem, a sua disponibilidade, o seu silêncio, a fim de que, através dela, cheguemos a Cristo, com sua paixão, morte e ressurreição gloriosa. 

+ Eurico dos Santos Veloso 
Arcebispo Emérito de Juiz de Fora(MG)

terça-feira, 7 de maio de 2013

Divulgado programa da viagem do Papa ao Rio de Janeiro

Foi divulgada ao meio-dia de hoje [horário de Roma], 07, no Vaticano, a programação oficial da viagem do Papa Francisco ao Brasil. O Santo Padre chega ao Rio de Janeiro na tarde de segunda-feira, 22 de julho, sendo recebido no Aeroporto Internacional do Galeão/Antonio Carlos Jobim pela Presidente da República, Dilma Rousseff; pelo Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta; pelo Arcebispo de Aparecida e Presidente da CNBB, Cardeal Raymundo Damasceno Assis; pelo Governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral; e pelo prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.
No aeroporto não serão realizadas formalidades particulares e não serão pronunciados discursos. A Cerimônia de boas-vindas se realizará internamente no Palácio Guanabara. O Santo Padre se detérá por alguns minutos na Sala Presidencial do aeroporto, enquanto a Comitiva toma o seu lugar nos veículos do cortejo papal.
Papa Francisco deixará o aeroporto de papamóvel em direção ao Palácio Guanabara, sede oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro, onde será realizada a cerimônia de boas-vindas; presentes os mais altos cargos do Estado, o Corpo Diplomático e algumas centenas de convidados institucionais. Além da execução dos hinos e honras militares, os discursos da Presidente Dilma e do Santo Padre; em seguida a apresentação das duas delegações (brasileira e vaticana).
A Senhora Presidente acompanha o Santo Padre à Sala Verde do primeiro andar, onde se realizarão os encontros privados.
- breve encontro com o Governador do Estado do Rio de Janeiro e apresentação da família.
- breve encontro com o Prefeito da cidade do Rio de Janeiro e apresentação da família.
O Papa deixará o Palácio Guanabara em direção ao Sumaré, onde será a sua residência durante a permanência no Rio de Janeiro.
A terça-feira, dia 23, será estritamente privada até a manhã de quarta-feira, 24 de julho.
Na quarta-feira, 24, às 8h15 o Papa deixará o Rio de Janeiro e de helicóptero irá até Aparecida onde irá venerar a imagem de Nossa Senhora no Santuário Nacional e celebrará a Santa Missa.
O Santo Padre será acolhido pelo Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis e pelo Reitor do Santuário Padre Domingos Sávio da Silva. Papa Francisco almoçará no Seminário Bom Jesus, retornando depois ao Rio de Janeiro.
No final da tarde no Rio de Janeiro o Santo Padre visitará o Hospital São Francisco de Assis. O Hospital, dirigido pela Associação homônima, dedica-se seja à recuperação dos dependentes da droga e do álcool, seja na assistência médica-cirúrgica, assegurada gratuitamente aos indigentes, com cerca 500 leitos. Está previsto um discurso do Papa.
No início da noite Papa Francisco retornará ao Sumaré onde irá jantar de forma privada e onde pernoitará.
Na quinta-feira, dia 25, o Santo Padre celebrará no início da manhã a Santa Missa em privado na Residência do Sumaré.
Às 9 horas Papa Francisco deixará o Sumaré em direção ao Palácio da Cidade, onde receberá das mãos do Prefeito Paes, as chaves da cidade e irá abençoar as bandeiras oficiais dos Jogos Olímpicos e paraolímpicos.
Por volta das 10 horas deixará o Palácio da Cidade e se dirigirá à Comunidade da Varginha – Manguinhos, para uma visita.
A Comunidade da Varginha faz parte de uma ampla favela "pacificada" em virtude do programa de recuperação realizado pelas Autoridades brasileiras.
O Santo Padre será acolhido pelo Pároco, pelo Vice-Pároco, pelo Vigário episcopal e pela Superiora das Irmãs da Caridade.
Logo em seguida se dirigirá para a pequena igreja dedicada a São Jerônimo Emiliano onde encontrará alguns membros da comunidade paroquial.
Na Paróquia, após um momento de oração, será abençoado o novo altar e o Papa oferecerá um presente à comunidade.
O Santo Padre se dirigirá depois ao campo de futebol, onde estará reunida a comunidade. Ao longo do percurso (cerca 100 m) visitará a casa de uma família da Comunidade. Ali o Papa fará um discurso.
Papa Francisco retornará depois ao Sumaré para o almoço em privado.
Na parte da tarde às 17 horas o Santo Padre deixará novamente o Sumaré em direção da Praia de Copacabana onde terá lugar a Festa da Acolhida aos jovens participantes da JMJ.
O ato está previsto na forma de Celebração da Palavra. O Papa fará um discurso e abençoará os jovens. Retornará depois ao Sumaré onde pernoitará.
Na sexta-feira de manhã, dia 26, Santa Missa em privado na Residência do Sumaré. Em seguida irá se deslocar em automóvel até à Quinta da Boa Vista onde às 10 horas irá confessar 5 jovens provenientes dos cinco continentes.
Após as confissões Papa Francisco se transferirá para o Palácio São Joaquim, residência do Arcebispo do Rio de Janeiro, o qual acolhe o Santo Padre na entrada principal.
O Santo Padre irá encontrar em forma reservada cinco jovens detentos. Presentes também alguns assistentes acompanhantes dos jovens detentos. Em seguida o Santo Padre e o Arcebispo se dirigirão ao primeiro andar para visitar a Capela onde encontrará as Irmãs que trabalham na residência.
Às 12 horas o Santo Padre do balcão do Palácio rezará a oração do Angelus. Em seguida encontrará os 20 membros do Comitê Organizador e os 10 grandes patrocinadores-benfeitores da JMJ para uma saudação. Não estão previstos discursos.
No Salão redondo no primeiro andar do Arcebispado, o Santo Padre almoçará com S.E. Dom Tempesta e com 12 jovens de várias nacionalidades: um jovem e uma moça de cada um dos continentes mais um jovem e uma moça de nacionalidade brasileira.
O almoço terá a duração de cerca 1 hora.
Após o almoço o Papa retornará ao Sumaré.
No final da tarde, às 17 hora retornará à Praia de Copacabana para a Via Sacra com os jovens: o Santo Padre, depois de introduzir o ato litúrgico, acompanhará do palco o desenvolvimento da Via Sacra, e ao término pronunciará a sua alocução e concluirá a oração. Depois retornará ao Sumaré onde pernoitará.
No sábado de manhã, dia 27, Papa Francisco irá à Catedral da cidade onde celebrará a Santa Missa, às 9 horas, com os bispos da JMJ, com sacerdotes, religiosos e seminaristas.
Já no Teatro Municipal, às 11h30, o Santo Padre encontrará a classe dirigente do Brasil; presentes políticos, diplomatas, expoentes da sociedade civil, empresários, pessoas do mundo da cultura e representantes das maiores comunidades religiosas do país. O Papa fará um discurso.
Na conclusão o Pontífice retornará ao Sumaré onde irá almoçar com os Cardeais do Brasil, a Presidência da CNBB, os Bispos da Região e a Comitiva papal.
No início da noite, por volta das 18h15 o Papa deixa o Sumaré em direção do Campus Fidei de Guaratiba onde será realizada a Vigília de Oração com os jovens.
O encontro com os jovens terá lugar em uma área campestre denominada Campus Fidei, preparada para a ocasião pelas Autoridades locais, e que pode conter mais de dois milhões de pessoas. O encontro será na forma de uma Liturgia da Palavra, com testemunhos e perguntas de cinco jovens ao Santo Padre; respostas e discurso do Santo Padre; orações e cantos; troca de presentes e benção.
Os jovens dormirão no Campus Fidei, esperando a missa do dia seguinte.
No domingo, dia 28, Papa Francisco às 8h20 deixará novamente o Sumaré em direção a Guaratiba. Durante o deslocamento, o helicóptero do Santo Padre sobrevoará a célebre estátua do Cristo Redentor que do alto do Corcovado abraça a cidade do Rio. 
Um cinegrafista do CTV estará abordo do helicóptero e transmitirá as imagens ao vivo através do host broadcaster.
Às 10 horas terá início a Missa de Envio da JMJ Rio2013. Prevista a presença da Presidente da República.
A Celebração terminará com o discurso de S.E.Card.Rylko; Angelus do Santo Padre; e anúncio da sede e do ano onde se realizará a sucessiva JMJ.
Papa retornará ao Sumaré onde irá almoçar com a Comitiva papal.
Ainda no Sumaré às 16 horas o Papa encontrará o Comitê de Coordenação do CELAM, Conselho Episcopal Latino-Americano.
O Comitê de coordenação do Celam é composto por cerca 45 bispos, que iniciarão as Sessões de trabalho na segunda-feira, dia 29 de julho.
Depois de se despedir do pessoal da residência do Sumaré Papa Francisco se dirigirá ao Rio Centro onde encontrará cerca de 15 mil voluntários da JMJ. O Papa fará a eles um discurso.
Às 18h30 a cerimônia de despedida no aeroporto Galeão/Antonio Carlos Jobim. O Santo Padre será acolhido no Pavilhão de honra Marechal Trompowski de Almeida pela Presidente da República, Dilma Rousseff. Discurso da Senhora Presidente e do Santo Padre.
O Santo Padre se despedirá da Presidente da República nas escadas do avião.
A partida para Roma está prevista para às 19 horas, e a chegada a Roma, 11h30 da manhã, hora italiana. Conclusão da 1ª Viagem Apostólica Internacional de Papa Francisco. 

FONTE: RÁDIO VATICANO.

P.S.: O coordenador da Comunidade, Hermerson Saulo, participará da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, portanto, irmãos rezem por ele e pelo sucesso espiritual desse grande evento católico-juvenil.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Realizado o 1º bingo para Nossa Senhora deste mês mariano

Na noite de ontem, 5 de maio, após a Celebração da Palavra de Deus do VI Domingo da Páscoa, presidida pelo ministro Hermerson Saulo, muitos irmãos permaneceram na Capela para adquirirem e marcarem cartelas do 1º dos já tradicionais bingos oferecidos à Nossa Senhora neste mês mariano. 

As doações voluntárias das famílias que acolhem a imagem de Nossa Senhora em suas casas e os recursos adquiridos nos bingos e leilões deste mês visam suscitar a solidariedade entre os fiéis, bem como chamar todos à responsabilidade de ajudar nossa Igreja em sua ação evangelizadora na nossa comunidade e  na paróquia, pois 50% do arrecadado fica em nossa comunidade e 50% é enviado para nossa matriz paroquial de Frei Galvão.
Portanto, irmão e irmã, colabore com seus dons para a causa do Reino de Deus!

domingo, 5 de maio de 2013

Infância e Adolescência Missionária volta às suas atividades na comunidade

Neste "Ano da Infância e Adolescência Missionária", quando o movimento eclesial festeja seus 170 anos de existência (foi fundado pelo bispo francês, Dom Carlos Forbin Janson, em 19/maio/1843), nossa comunidade se alegra em voltar a contar com esse belíssimo trabalho de evangelização de nossas crianças e pré-adolescentes que, infelizmente, desde 2006 havia parado.
A ideia de reinstalar esse grupo em nossa comunidade foi do grupo de jovens GUERREIROS DE CRISTO, que vendo a participação de algumas crianças nos seus encontros, pensaram em criar um momento próprio para esse público, foi aí quem no mês de abril começou-se o processo de convite e na tarde deste VI Domingo da Páscoa, de forma bem animada, alegre porque inspirado pelo Espírito Santo, reimplantou-se na comunidade a Infância e Adolescência Missionária com a crianção dos GUERREIRINHOS DE CRISTO.
Um vez por mês os jovens promoverão atividades evangelizadoras de forma lúdica para nossas crianças e adolescentes.
Confira imagens desse histórico acontecimento:
Parabéns a todos os jovens pelo testemunho cristão que deram e a Coordenação faz um agradecimento especial ao jovem Roberto por esta iluminada e inspirada iniciativa. 
Vivas aos GUERREIROS DE CRISTO e aos GUERREIRINHOS DE CRISTO!!
Que a Mãe de Jesus, Nossa Senhora Aparecida, abençoe nossas crianças e jovens! Que os santos patronos da Infância e Adolescência Missionária, Santa Teresinha do Menino Jesus e São Francisco Xavier, ajudem esse projeto a seguir firme e forte!

Reflexão: UMA HUMILDE DEVOTA DE NOSSA SENHORA

Havia uma senhora muito simples que vendia verduras na vizinhança. Certo dia, tia Joana, como era conhecida por todos, foi vender suas verduras na casa de um protestante e perdeu o seu terço no jardim da casa dele. Passados alguns dias, Joana voltou novamente àquela casa a fim de ver se encontrava o seu querido terçinho. O protestante assim que a viu foi logo ao encontro de Tia Joana, dizendo para ela de modo sarcástico: 
- Você perdeu o seu Deus? 
Ela humildemente respondeu: 
- Eu, perder o meu Deus? Nunca! 
Ele, então, pegou o Terço e disse: 
- Não é este o seu Deus que idolatra? 
Tia Joana respondeu: 
- Graças a Deus o senhor encontrou o meu Terço. Muito obrigada. 
E ele disse: 
- Por que você não troca este cordão com estas sementinhas baratas pela Bíblia? 
Tia Joana respondeu: 
- Porque a Bíblia eu não sei ler, e com o Terço eu medito toda a Palavra de Deus e a guardo no coração. 
Ele disse: 
- Medita a palavra de Deus? Como assim? Pode me explicar? 
Pegando o Terço, tia Joana respondeu: 
- Posso sim. Quando eu pego a cruz, lembro-me que o Filho de Deus deu todo o Seu Sangue pregado numa Cruz para salvar a humanidade. Esta primeira conta grossa, já me lembra que há um só Deus onipotente. E estas três contas pequenas me lembram as Três Pessoas da Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Essa outra conta grossa me lembra a oração que o Senhor mesmo nos ensinou que é o Pai Nosso. O terço tem 5 mistérios que fazem as 5 chagas de Jesus Cristo cravado na cruz, e cada mistério tem 10 Ave-Marias, que me fazem lembrar os Dez Mandamentos que o Senhor mesmo entregou a Moisés. O Rosário de Nossa Senhora tem 15 Mistérios que são: os cinco gozosos, os cinco dolorosos e os cinco gloriosos. De manhã, quando me levanto para iniciar a luta do dia rezo os gozosos, pensando no pobre lar e na humilde vida de Jesus, Maria e José. No meio dia, no meu já grande cansaço, na fadiga do trabalho, e no pensamento do que ainda falta para terminar o dia e poder descansar, eu rezo os mistérios dolorosos, que me fazem lembrar a dura caminhada do meu Senhor Jesus Cristo para o Calvário, tão cheio de dores e tão cheio de cansaço. Quando chega o fim do dia, com as lutas todas vencidas, eu rezo os mistérios gloriosos, que me recordam que Jesus venceu a morte para, por amor, dar a salvação a toda humanidade. E agora, me diga onde está a idolatria? 
Ele, depois de ouvir tudo isso, disse simplesmente: 
- Eu não sabia disso. Ensina-me, então, a oração do Terço! 

OBSERVAÇÃO: O Beato Papa João Paulo II, em 2002, acrescentou à piedosa oração do Terço (Rosário), os “Mistérios da Luz” que falam da Vida Pública de Jesus. Assim, agora são 20 mistérios e não mais 15. 

Que tal retomarmos ou reforçarmos essa oração simples e popular que conservou e alimentou a fé de tantas pessoas? Será uma Bênção para todos nós! 

sábado, 4 de maio de 2013

Crismandos rezam juntos o Santo Rosário

Na noite de hoje, como tradição, mais uma vez os catequistas crismais, H. Saulo e Dona Rosa, convidaram os crismandos (turma: 2012-2013) para a oração contemplativa e comum do Santo Rosário. 
Antes, porém, foi relembrado aos presentes a origem da devoção do Rosário. O catequista H. Saulo chamou atenção para o fato de que hoje não se reza um "Terço", mas sim um "Quarto" do Rosário, tendo em vista que desde 2002, por vontade do Beato papa João Paulo II, essa devoção mariana passou a ter 200 Ave-marias e 4 "mistérios": Gozosos, Dolorosos, "Luminosos" e Gloriosos. (Cf. Carta Apostólica "Rosarium Virginis Mariae"). 
O catequista, porém alertou que ainda hoje pode-se chamar "Terço" ao instrumento que usa para a oração, pois o que na verdade importa mesmo é que haja a firme intenção de se ao rezar as Ave-marias estejam-se oferecendo "rosas" para Nossa Senhora.
Apresentou-se brevemente todos os "mistérios" dessa oração e como se usa esse instrumento devocional no dia-a-dia.
Como manda a Mãe Igreja, contemplou-se hoje os "Mistérios Gozosos" ou da Alegria os quais nos levam a vivenciar a natalidade e o crescimento de Nosso Senhor Jesus Cristo.

 

Ao final fez-se uma oração especial pelo Santo Padre, papa Francisco que virá ao Brasil em julho próximo por ocasião da 28ª Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. 
Com essa celebração, buscamos fazer o que ele mesmo nos exortou na sua última audiência geral em 1º de maio: "[...] A oração feita em comunidade é um momento precioso para tornar ainda mais forte a vida familiar, a amizade! Aprendamos a rezar mais em família e como família!" (Cf. na íntegra, AQUI

sexta-feira, 3 de maio de 2013

3º dia da Peregrinação Mariana 2013... Participe nas demais noites!

Na noite de hoje, 3 de maio, foi a vez de Dona Lúcia Medeiros e família receberem a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima que na noite de ontem tinha sido levada para a casa de Dona Arlene. 
Confira imagens:
Amanhã, a imagem de Nossa Senhora irá para a casa de Dona Francisca do Livramento, na rua Dom Pedro I! Participe conosco!
No próximo domingo, 5, a imagem vai para a Capela aonde terá a Celebração da Palavra. Após a celebração haverá um bingo de um kit de cosméticos Natura. Com apenas R$ 2,00 (dois reais) compre sua cartela e ajude-nos a melhor evangelizar na comunidade.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Partilha e Missão marcam a abertura do Mês Mariano 2013

No início da manhã deste 1º de maio os irmãos se dirigiram à Capela e juntos cantaram o Ofício Divino à Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria (Cf. Baixe-o), ouviram e refletiram a Palavra de Deus (Mt 13, 54-58) e finalizaram o momento de oração rezando a Ladainha de São José, hoje de modo especial, quando se celebra a Festa de São José Operário, esposo da Virgem Maria, pai adotivo de Jesus e modelo dos trabalhadores.
Após o momento de oração, os irmãos provaram os deliciosos alimentos que cada família trouxe de suas casas para partilharem. O Conselho da Comunidade também se reuniu brevemente a fim de acertarem os preparativos para a comemoração do Dias das Mães.
À noite, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima foi levada à família do Sr. Cláudio (tesoureiro) e Teresinha onde se fez uma Celebração da Palavra de Deus e rezou-se o Santo Rosário.
Participe conosco da Peregrinação Mariana nos demais dias! Venha pedir a intercessão de Maria sobre você e sua família!

OBS.: Confira a lista das famílias que irão ainda receber a imagem de Nossa Senhora, AQUI.

Leia a belíssima catequese do Santo Padre Francisco neste dia de São José Operário

PAPA FRANCISCO 
AUDIÊNCIA GERAL
Praça de São Pedro
Quarta-feira, 1º de Maio de 2013

Caros irmãos e irmãs, 
Bom dia! 
Hoje, 1º de maio, celebramos São José Operário e iniciamos o mês tradicionalmente dedicado a Nossa Senhora. No nosso encontro de hoje, quero focar estas duas figuras importantes na vida de Jesus, da Igreja e nas nossas vidas, com duas breves reflexões: primeiro, sobre o trabalho, segundo, sobre a contemplação de Jesus. 
No Evangelho de São Mateus, em um dos momentos em que Jesus retorna à sua região, a Nazaré, e fala na sinagoga, destaca-se o espanto de seus compatriotas por sua sabedoria. Eles se perguntam: “Não é este o filho do carpinteiro? “(13,55). Jesus entra em nossa história, está entre nós, nascido de Maria pelo poder de Deus, mas com a presença de São José, o pai legal, de direito, que cuida d’Ele e também lhe ensina seu trabalho. Jesus nasce e vive em uma família, na Sagrada Família, aprendendo com São José o ofício de carpinteiro, na carpintaria em Nazaré, dividindo com ele seus compromissos, esforços, satisfação e as dificuldades do dia a dia. 
Isso nos lembra a dignidade e a importância do trabalho. O livro de Gênesis nos diz que Deus criou o homem e a mulher dando-lhes a missão de encher a terra e sujeitá-la, o que não significa desfrutá-la, mas cultivá-la e protegê-la, cuidar dela com o seu trabalho (cf. Gen 1,28; 2 15). O trabalho faz parte do plano de amor de Deus, somos chamados a cultivar e cuidar de todos os bens da criação, deste modo participamos da obra da criação! O trabalho é fundamental para a dignidade de uma pessoa. O trabalho, para usar uma imagem concreta, nos “unge” de dignidade, nos plenifica de dignidade, nos torna semelhantes a Deus, que trabalhou e trabalha, age sempre (cf. Jo 5,17), dá a capacidade de nos manter, manter nossa família, contribuir para o crescimento da nação. E aqui penso nas dificuldades que, em vários países, se encontra hoje o mundo do trabalho e da empresa, eu penso naqueles que, não apenas os jovens, estão desempregados, muitas vezes por uma concepção puramente econômica (mecanicista) da sociedade, que busca o lucro egoísta, fora dos parâmetros de justiça social. 
Papa Francisco andando de papa-móvel
pela Praça S. Pedro, 1º de maio de 2013.
Fonte: Rádio Vaticano.
Eu gostaria de estender a todos o convite à solidariedade e, aos chefes do setor público, convidá-los ao encorajamento, a fazer de tudo para dar um novo impulso ao emprego, isso significa se preocupar com a dignidade da pessoa mas, acima de tudo, vos exorto a não perderem a esperança; São José também teve momentos difíceis, mas nunca perdeu a confiança e soube superá-los, na certeza de que Deus não nos abandona. E agora gostaria de falar especialmente a vocês, meninos e meninas, a vocês jovens: se esforcem em suas tarefas diárias, no estudo, no trabalho, nas relações de amizade, contribuindo com os outros, o vosso futuro também depende de como vocês vão viver esses preciosos anos de vida. Não tenham medo do compromisso, do sacrifício e não olhem para o futuro com medo, mantenham viva a esperança: há sempre uma luz no horizonte. 
Acrescento uma palavra sobre uma outra situação de trabalho que me incomoda: refiro-me ao que definimos como “trabalho escravo”, o trabalho que escraviza. Quantas pessoas no mundo são vítimas deste tipo de escravidão, em que é a pessoa que serve o trabalho, enquanto deve ser o trabalho a oferecer um serviço à pessoa, para que tenhamos todos dignidade. Peço aos irmãos e irmãs na fé e todos os homens e mulheres de boa vontade, uma escolha decisiva contra o tráfico de pessoas, contexto no qual se constitui o “trabalho escravo”. 
Faço referência agora ao segundo pensamento: no silêncio das ações cotidianas, São José, juntamente com Maria, tem um centro comum de atenção: Jesus. Eles acompanham e protegem, com empenho e carinho, o crescimento do Filho de Deus feito homem por nós, refletindo sobre tudo o que acontecia. Nos Evangelhos, Lucas enfatiza duas vezes a atitude de Maria, que também é a de São José, “guardava todas estas coisas, meditando-as no seu coração” (2,19.51). Para ouvir o Senhor, devemos aprender a contemplá-Lo, perceber sua presença constante em nossas vidas; precisamos parar para dialogar com Ele, dar-lhe espaço na oração. Cada um de nós, vocês meninas, meninos e, jovens, em grande número reunidos aqui nesta manhã, deve se perguntar: qual o espaço dou ao Senhor? Eu paro para falar com Ele? Desde que éramos crianças, nossos pais nos acostumaram a começar e terminar o dia com uma oração, para nos ensinar a perceber que a amizade e o amor de Deus nos acompanhavam. Vamos nos lembrar mais do Senhor em nosso dia! 
E neste mês de maio, eu gostaria de lembrar a importância e a beleza da oração do Santo Terço. Recitando a Ave Maria, somos levados a contemplar os mistérios de Jesus, refletir sobre os principais momentos de Sua vida, para que, como foi com Maria e São José, Ele seja o centro dos nossos pensamentos, da nossa atenção e de nossas ações. Seria bom que, especialmente neste mês de maio, rezássemos juntos, em família, com os amigos, na paróquia, o Santo Terço ou alguma oração a Jesus e à Virgem Maria! A oração feita em comunidade é um momento precioso para tornar ainda mais forte a vida familiar, a amizade! Aprendamos a rezar mais em família e como família! 
Queridos irmãos e irmãs, rogamos a São José e à Virgem Maria que nos ensinem a sermos fiéis a nossas tarefas diárias, a viver nossa fé nas ações do dia a dia e dar mais espaço ao Senhor em nossas vidas, a parar para contemplar Seu rosto. 
Obrigado.

Fonte: Boletim da Santa Sé; Canção Nova.

Peregrinação Mariana 2013. Confira aonde a imagem de Nossa Senhora será acolhida na Comunidade!

Confira abaixo a relação das famílias que a partir das 19h de cada dia receberão a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima em suas casas neste mês mariano:
Clique na imagem para ampliar!
OBS.: Dia 28/05, a imagem irá para casa de Núbia Miranda, filha de Dona do Carmo e não mais para casa de Dona Mônica.

Abaixo, confira ainda o material que iremos usar na Peregrinação desse ano...
Capa do livreto dos encontros marianos
Palavra do pároco!
(clique na imagem!)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...